.mail


falarparadentro@sapo.pt

.posts recentes

. Alguém se lembra do ébola...

. Forever Young

. Espécie de Kipling de Set...

. Da emoção e isso

. Colheitas e consumos

. Do verbo arriscar

. Espera aí que no fim do m...

. Desabafo de pastelaria

. Levanta-se a onda

. Falar bem da terra

.arquivos

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Janeiro 2011

. Outubro 2009

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

Add to Technorati Favorites
Domingo, 30 de Setembro de 2007

Coisas bonitas

publicado por Nuno Costa Santos às 23:36
link do post | favorito

Desordem do dia


Santana interrompido por Santana

Santana Lopes a sair a meio de uma entrevista é matéria fácil para muitas piadinhas - ele que é acusado todos os dias de nunca levar os mandatos até ao fim. O ex-primeiro ministro alega que o país perdeu o sentido das regras ao interrompê-lo com a chegada ao aeroporto de um mero treinador de futebol, José Mourinho. Para um homem que construiu boa parte da carreira à custa das televisões, Santana parece não perceber que foi interrompido pelo poder da imagem. Ou melhor: Santana foi interrompido por um outro Santana. Que tem a particularidade de ser um símbolo mundial.

Os McCann em toda a parte

Maddie foi avistada mais uma vez: turistas acreditam tê-la visto em Marrocos. Não surpreende, claro. A verdade é que nos cruzamos diariamente com a rapariga inglesa na rua. Sim, todas as crianças loiras fazem lembrar Maddie. Todos os homens de 40 anos fazem lembrar Jerry. E todas as mulheres bonitas, da mesma idade, fazem lembrar kate. A diferença é que não ligamos para a polícia. Mas na obsessão - na obsessão esquizofrénica com os McCann - somos todos testemunhas.

SMS

Veio nas notícias, não sei se repararam: o SMS fez 15 anos por estes dias. No início, as operadoras não lhe projectaram grande futuro. Achavam que ninguém iria trocar a possibilidade de falar pela escrita de mensagens em teclados tão pequenos. Sim, um equívoco de quem não sabe o básico sobre a natureza dos homens. Iria vingar sempre. Porquê? Porque é mais barato? Não é por isso. O SMS iria vingar sempre porque agora podemos comunicar de forma barbaramente simples aquilo que, dantes, só conseguíamos dizer ao fim do quinto gin.

(três das croniquetas que envio para o "Visita Guiada", o programa das manhãs de fim-de-semana do Rádio Clube Português)
publicado por Nuno Costa Santos às 23:10
link do post | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Afinal isto vai ser como das outras vezes

Falar para dentro. De forma a que alguém me perceba.
publicado por Nuno Costa Santos às 00:11
link do post | favorito

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.favorito

. Solitude standing

. God is not dead

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds